quarta-feira, 31 de maio de 2017

Área do Euro: Draghi, em tom de cautela, avaliou que estímulos monetários ainda são necessários

       

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, adotou tom de cautela em discurso realizado ontem, sugerindo que a política monetária não deve ser ajustada em breve. Para tanto, reconheceu que, apesar de os fatores negativos para o crescimento econômico estarem diminuindo e de a recuperação econômica estar cada vez mais sólida e mais ampla entre os países do bloco, o núcleo da inflação (que exclui itens mais voláteis, como alimentos e energia) continua apontando variação muito baixa. Dessa forma, avaliou que a Área do Euro ainda precisa de estímulos substanciais. Com isso, o presidente do BCE minimizou as expectativas de que na próxima reunião de política monetária, agendada para o próximo dia 8 de junho, pudesse haver alguma sinalização, ainda que sutil, de redução dos estímulos para os próximos meses.



Conteúdo completo disponível em:






Links:


Slippery Letra

Mask Off Letra

Slippery Letra

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo

Prédios mais altos do mundo

O Alienista PDF

Just Go #JustGo - Viagem Volta ao Mundo

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul

Idade das Religões - Religião História

Bíblia Online

Top 10 BLOGs by Sanderlei Silveira



Poetry - Sanderlei Silveira

Thou Art Not Lovelier Than Lilacs, - No - Edna St. Vincent Millay - Sonnet 18 - Poetry, Poem

Slippery - Migos - Letra Musica - Tradução em Português

Economia em 1 Minuto - Sanderlei

As festas populares em Santa Catarina SC

Áreas de preservação no estado de São Paulo SP

A Guerra do Contestado PR

Pantanal – Patrimônio Natural da Humanidade MS

Mein Kampf PDF

Palácio da Justiça do Amazonas - Centro Cultural, Museu - Manaus - Amazonas AM - Brasil


Um comentário:

  1. O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, adotou tom de cautela em discurso realizado ontem, sugerindo que a política monetária não deve ser ajustada em breve. Para tanto, reconheceu que, apesar de os fatores negativos para o crescimento econômico estarem diminuindo e de a recuperação econômica estar cada vez mais sólida e mais ampla entre os países do bloco, o núcleo da inflação (que exclui itens mais voláteis, como alimentos e energia) continua apontando variação muito baixa. Dessa forma, avaliou que a Área do Euro ainda precisa de estímulos substanciais. Com isso, o presidente do BCE minimizou as expectativas de que na próxima reunião de política monetária, agendada para o próximo dia 8 de junho, pudesse haver alguma sinalização, ainda que sutil, de redução dos estímulos para os próximos meses.

    ResponderExcluir